precisa de cnpj para ter loja virtual

PRECISA TER CNPJ PARA ABRIR UMA LOJA VIRTUAL?

Com a facilidade de acesso à informação e variedade de plataformas disponíveis, o processo de iniciar nas vendas online é facilitado.

Dentre as diversas questões a serem levadas em consideração, como frete, produtos, fornecedores, etc., a documentação adequada também é uma questão que preocupa muitos comerciantes virtuais.

Assim, uma das perguntas mais comuns é: abrir um CNPJ para minha loja virtual é realmente necessário?


O CNPJ é o documento de identificação da sua empresa, que significa Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica. 

Pela lei atual de criação de uma loja virtual, apenas com CPF é possível criar uma loja virtual. A emissão do CNPJ, apenas facilita e permite alguns processos, como emissão de Notas Fiscais, ser legalmente reconhecida como um estabelecimento profissional, negociação facilitada com fornecedores, etc. 

É uma maneira de obter segurança jurídica, uma vez que tudo que acontece é regularizado de acordo com as leis para o comércio.

VANTAGENS DO CNPJ 

1 – Credibilidade
2 – Emissão de Nota Fiscal
3 – Regularização
4 – Confiabilidade

1- CREDIBILIDADE

Com uma empresa regularizada, o cliente pode pesquisar por dados da empresa, confirmando sua veracidade e qualidade, podendo ver avaliações, tempo de empresa, localização etc.
Demonstra também a seriedade da empresa e profissionalismo.

2- EMISSÃO DE NF

A nota fiscal é um comprovante da compra de determinado produto, por isso muitos clientes fazem questão de recebê-la. Porém para sua emissão, é necessário ser uma empresa regularizada.

3- REGULARIZAÇÃO

Uma empresa regularizada precisa do CNPJ, pagar os devidos impostos e fazer todo cadastro judicial.

Com exceção do MEI, é necessário a contratação de um contador para abrir a empresa, garantindo que esteja funcionando corretamente, de acordo com a legislação.

4 – CONFIABILIDADE

Alguns bancos e instituições financeiras têm propostas diferenciadas para empresas, pois com a documentação judicialmente reconhecida, as instituições têm mais segurança de realizar ações como empréstimos, etc.
Além disso, existem fornecedores que também só fazem negócios com empresas devidamente reconhecidas e regularizadas.

Também transparece para o cliente final que a empresa é confiável, uma vez que todos seus dados são rastreáveis e estão disponíveis para consultas.

COMO TER O CNPJ ?

Existem três possibilidades para pequenos comerciantes abrirem seu CNPJ:

1- CADASTRO NA RECEITA FEDERAL

No site da Receita Federal, basta preencher a Ficha Cadastral da Pessoa Jurídica e enviar os documentos que são necessários. Você pode tanto efetuar tudo sozinho quanto contratar um contador para ficar responsável pelo cadastro.

2- MEI

É o Microempreendedor Individual, é a pessoa que trabalha por conta e se regulariza como pequeno empresário. Para se encaixar nessa categoria, é preciso que o faturamento anual seja de até R$81 mil; não participe como sócio, administrador ou titular de outra empresa; contrate no máximo um empregado que receba exclusivamente um salário mínimo ou piso salarial da categoria profissional.

3- SIMPLES NACIONAL 

Uma outra forma de obter CNPJ é através dessa alternativa de arrecadação tributária. O Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte com faturamento anual de até R$4,8 milhões, seguindo os requisitos do regime, dessa forma, os impostos pagos são proporcionais ao tamanho da empresa.

Com a nossa plataforma da Goodds, somente com seu CPF já é possível abrir sua própria loja virtual e ingressar no mercado digital! Nosso cadastro é facilitado para que você possa crescer e alavancar suas vendas.


Inicie hoje a expansão da sua marca! Fale com nossos especialistas clicando aqui.

Similar Posts